Aveia

Avena sativa

Região nativa: Possivelmente na Europa central e Oriente médio,  Ásia

Tipo:  Arbusto de pequeno porte

Altura: 50–150cm

Uso Medicinal, cosmético​, culinário, comercial

A aveia é um cereal, como o Arroz e o milho, pertencente ao gênero Avena, da família Gramineae ou Poaceae e seu nome científico, herdado do latim, é Avena sativa L. Pertence à mesma família do trigo e é muito mais rica em substâncias nutritivas.

São conhecidas cerca de 130 espécies, a forma de aveia mais utilizada e comum na alimentação brasileira é a Avena Sativa, de grão amarelado.

Nas plantações, sua coloração verde intenso, faz com que, quando o vento passe por uma plantação, pareça um grande mar ondulante.

HISTÓRIA

Dizem que a aveia era uma das sete dádivas de Demétria e teve sua possível origem em Atlântida, mas não se sabe exatamente quando e onde apareceu. O cultivo da aveia remonta a tempos imemoriais. Descobertas arqueológicas revelaram sua utilização em povoados pré-históricos e aldeias da Europa central e do oeste asiático. 

Análises genéticas mostram que a aveia selvagem teve sua origem no crescente fértil do Oriente Médio, já as espécies silvestres haploides A. sterilis e A. fatua, progenitores das aveias cultivadas, é da região da Ásia Menor.

Desde 1.000 a.C. a aveia é reconhecida na Europa e Inglaterra como alimento essencial para a saúde. Na Irlanda e Escócia, a aveia encontrou maior aceitação sendo usada em uma variedade de mingaus. No final do século XVII A aveia já estava extensivamente estabelecida na Europa Ocidental para a produção de grãos e de forragens para os cavalos na Europa do Norte, a relação estabelecida entre aveia e alimentação de cavalos influenciou decisivamente sua expansão no período em que o animal servia como principal meio de tração.


 Foi introduzida na América do Norte em meados de 1600 pela colônia inglesa. A época de introdução da aveia no Brasil não está determinada, possivelmente, foram os espanhóis que introduziram a cultura da aveia na América, provavelmente a Avena byzantina. Mais tarde, a Avena sativa e a Avena strigosa foram introduzidas na parte sul do continente. O Brasil apresenta registro de cultivo de aveia desde o século XV. A área da cultura tem se concentrado na região sul do país, com registros de cultivo no Mato Grosso do Sul, a partir da década de 1980, e registros esporádicos em estados como Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso.


USO


Aveia tem ação: emoliente, nutritiva, hidratante, remineralizante, restauradora de tecidos, suavizante e amaciante. 


Contêm polissacarídeos, que, em contato com a água, se tornam gelatinosos e formam uma fina barreira protetora que dificulta o ressecamento, combatendo a pele sem brilho e a secura escamosa.  É eficaz, também, no tratamento de sintomas da pele seca com prurido, erupções cutâneas, escaras e descamação, pois contém beta-glucana, que penetra pela pele proporcionando uma  hidratação profunda. Melhora a cicatrização de feridas superficiais e abrasões e melhora a deposição de colágeno e a ativação de células imunitárias no interior da pele


Rica em ácidos avênicos, ácido salicílico, vitaminas do complexo B, aminoácidos e lipídeos, a Aveia tem sido usada por milhares de anos para tratar o eczema, picadas de insetos e infecções devido às suas propriedades anti-inflamatória, antioxidantes e calmante (melhorando a sensação de coceira).


 A aveia tem três grupos de hidratos de carbono. O primeiro grupo é de fácil digestão, fazendo com que seja um cereal adequado para a alimentação na primeira infância. Um segundo grupo se desmancha e intumesce, produzindo mingau. O terceiro grupo é semelhante a frutose  (açúcar), não precisa de insulina para se decompor e, por isso, é um alimento importante para os diabéticos.

Ajuda a proteger o coração e a circulação contra a arteriosclerose. É rica em cálcio, ferro e magnésio. Tal como o arroz, é altamente anabolizante, porém é acrescida do componente calor, que atua no polo metabólico do organismo, sendo muito recomendada para atletas e esportistas.


REZA A LENDA


Mágicos e bruxos sempre usavam aveia em seus feitiços; para prever o destino, chacoalhavam os grãos de aveia na mão e os jogavam sobre uma superfície plana para fazer figuras, que mostravam o futuro. 

Dizem que era o alimento dos bárbaros germânicos e era o que lhes dava tanta força e coragem que chegavam a urrar durante as batalhas e é, há mais de 2000 anos, a parte mais importante da dieta escocesa, onde, outra tradição antiga, diz que assegura um casamento feliz e com filhos, se colocada na cozinha do novo casal e biscoitos de aveia tem efeito afrodisíaco, especialmente se aromatizado com baunilha.

A Aveia está presente na meditação com os dias da semana, proposto por Rudolf Steiner:

Dia da semana: sexta feira

Planeta: Vênus 

Elemento: fogo

Metal: cobre Reflexão do dia - Memória certa: “A disposição de aprender da vida o mais possível. Nada acontece que não se nos preste a experiências úteis na vida. Se fizemos algo de forma errada ou incompleta, isto será um motivo para fazer algo semelhante, numa ocasião posterior, correta e perfeitamente. Vendo agir os outros, devemos vê-los sob o mesmo critério ( embora sempre com um olhar carinhoso). Não devemos fazer nada sem lembrar vivências que possam ser uma ajuda em nossas decisões e realizações. Pode se aprender muito de qualquer ser humano, inclusive de crianças.”


CARACTERÍSTICAS


Classe: Liliopsida como a Iris Ordem: Poales como o abacaxi Família: Poaceae como o arroz e o trigo

Gênero: Avena

Ciclo: Anual

A Aveia, é uma herbácea, incluída no grupo dos cereais, é uma planta de ciclo anual, que atinge aproximadamente um metro de altura, as espécies selvagens podem variar entre  50 cms. e 1,5m de altura. 


Possui raiz fasciculada, da qual se origina uma haste ereta, cheia de nós e terminada por inflorescências do tipo panícula. 


Suas folhas, lineares e mais ou menos ásperas, apresentam uma grande lígula de formato oval.


 As flores são verdes e crescem dispostas em espigas, formando panículas piramidais. Seu fruto é do tipo caripose, de formato elíptico, pubescente e possui pericarpos esbranquiçados ou negros.


REFERÊNCIAS

http://www.cnpt.embrapa.br/biblio/do/p_do136_1.htm

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/beleza/sua-pele/para-sua-pele/100-natural-aveia-nutre-e-protege-pele-seca-e-sensivel,4d931350e078b310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

http://i9magistral.com.br/Arquivos%20em%20PDF%20downloads%20/LT%20Cerealmilk%20Premium%20SP.pdf

https://nplantas.com/aveia-descricao-botanica/

No Rastro de Afrodite – Plantas Afrodisíacas e Culinária

Gil felippe

Leia mais em: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alimentos/aveia Copyright © Portal São Francisco

{ Dúvidas sobre nossos produtos ou sobre seus pedidos? Adicione a gente no Whatsapp (31) 997 950 441 }

Homeopatia Magna Mater
Produtos Naturais Ltda.

 

CNPJ 65.186.793/0001-20

Farmacêutica Responsável: 
Vitória Schembri CRF 067723-FHB

Autorização MS: 0.17804.01

Alvará Vigilância Sanitária: 019483

  • Black Facebook Icon

Rua Montes Claros, 509 
Belo Horizonte, MG
CEP 30310 370

(31) 3287 9288 WhatsApp (31) 99795 0441

atendimento@magnamater.com.br