Argan


Argania spinosa


Área nativa: Sudoeste do Marrocos

Tipo: Arvore

Altura: até 10 metros

Uso: cosmético, medicinal



Conhecida como “Árvore da Vida” pelos povos indígenas do norte da África e inicialmente usado por seus inúmeros benefícios a saúde, essa árvore “espinhosa” (Argania spinosa) cresce exclusivamente no sudoeste do Marrocos (na planície de Souss), onde existem aproximadamente 21 milhões de árvores cobrindo quase 800 mil hectares.

A planta é completamente adaptada às características naturais desta parte da Terra, sendo muito difícil de cultivar em outras regiões do mundo. Ela é considerada uma raridade, e, em 1998 foi declarada Reserva da Biosfera pela Unesco. A árvore da qual é extraído o óleo de argan pode alcançar até dez metros de altura e viver por 200 anos. O fruto tem aparência semelhante ao da oliveira e é de sua semente que se extrai o óleo.



HISTÓRIA


Por milênios, essa árvore verdadeiramente notável sobreviveu e sustentou a vida humana bem na orla do Deserto do Saara.

Conhecida também como 'Árvore de Ferro', seu sistema de raízes profundas ajuda a prevenir a propagação do deserto.

Primeiro, seu óleo de Argan foi usado pelos povos indígenas das Montanhas do Atlas como uma proteção ao clima extremamente árido, ventos fortes e sol ardente.

Com o passar do tempo começou a ser usado em crianças e bebês como cura para assaduras e contra a coceira da catapora.

Em geral, o processo de extração do óleo de argan é manual e tradicional, feito por mulheres marroquinas. As sementes são deixadas ao sol para secarem. Em seguida, são esmagadas e prensadas em um moinho de pedra - onde se extrai o óleo.

Por muitos anos, as mulheres marroquinas não podiam sair de casa para trabalhar. Devido à alta demanda pelo óleo de argan e sua forte tradição de extração manual, as mulheres passaram a trabalhar em sua produção, o que gerou a necessidade de estudo para as mulheres, já que muitas não sabiam nem ler. Atualmente é produzido por cooperativas de mulheres. A formação destas cooperativas juntamente com o governo Marroquino, possibilitou a prática de salários justos e boas condições de trabalho, além de iniciar um projeto de reflorestamento para proteger a floresta de Argan. Cada mulher pertencente à cooperativa é orientada sobre os procedimentos ideais para a coleta das nozes onde se comprometem também a participar do plantio de 10 árvores de Argan por ano

São necessários cerca de 30 kg de sementes para a produção de um litro de óleo de argan em aproximadamente 15 horas de trabalho. Algumas empresas utilizam processos mecânicos para a extração do óleo, mas o modelo manual ainda é tradicionalmente muito forte no Marrocos. Não é utilizado nenhum produto químico e o processo de extração é demorado e caro

A UNESCO reconheceu a importância desta região e classificou a Floresta Marroquina de Argania como Reserva da Biosfera desde 1998, o que representa um significativo benefício para o ecossistema da região e até para o sul da Europa, pois evita que areias sejam levadas por correntes de ar para o outro continente (o que impacta a qualidade do ar de diversos países).



USO


O óleo de Argan é considerado um produto raro e muito usado para hidratar o cabelo, mas também pode ser utilizado na cozinha. A diferença entre o óleo usado na cosmética e o usado na alimentação, é que o primeiro óleo é extraído das sementes cruas, e o segundo elas são torradas antes da extração.

Ingerido ele também traz benefícios, auxiliando na regularização do colesterol devido a presença dos ácidos oleicos.É usado na culinária típica do Marrocos.

Pode ser usado no tratamento de acne e eczema (por ser rapidamente absorvido pela pele e não entupir os poros), prevenir estrias em grávidas e para massagear juntas tratando reumatismos em adultos.

Nos cabelos auxilia na reposição da queratina, deixa os fios macios e brilhantes e diminui a queda.

O óleo de Argan contém altos níveis de ácidos graxos, incluindo o ácido linoleíco (omega-6), que contribui em reparar a pele e mantê-la sempre saudável. Esses ácidos graxos também são excelentes para peles secas e com perda de elasticidade, retardando o efeito de envelhecimento da pele.

Sua ação anti-idade é reforçada pelos altos níveis de gamma tocoferóis que são um dos mais poderosos anti-oxidantes que neutralizam os radicais livres, assim protegendo as membranas das células contra oxidação. O óleo também contém fitoesteróis que inibem uma propriedade do desenvolvimento celular.

Também são encontrados no óleo cinco tipos de álcoois que tem ação anti-inflamatória. Pode ser usado nas unhas (absorve muito rápido) para hidratá-las e previnir a quebra e descamação. É só aplicar e massagear. É um ótimo cicatrizante, podendo usado sobre feridas.




CARACTERÍSTICAS

Classe: Asterídeas Ordem: Ericales, como a Azalea Familia: Sapotacea, como a maçaranduba e o Abiu Gênero: Argania, que tem apenas uma espécie Argania spinosa


É uma árvore perene endêmica dos semi-desertos do sudoeste do Marrocos. Seu nome científico é Argania spinosa, embora seja conhecido como argan. Atinge uma altura entre 8 e 10 metros, com um coRpo largo de 3-4 metros. Tem um tronco áspero e as folhas são ovais, com o ápice arredondado, com um tamanho de 2-4 cm de comprimento. As flores aparecem no mês de abril no hemisfério norte e são verde-amarelado. A fruta mede de 2 a 4 cm de comprimento por 1,5 a 3 cm de largura, com a casca grossa ao redor da casca, que é amarga, mas exala um cheiro adocicado. Demora cerca de um ano para amadurecer.



Produtos Magna Mater com

Argania spinosa







REFERÊNCIAS


https://www.ecycle.com.br/3870-oleo-de-argan

http://www.helenabordon.com/argan-a-arvore-da-vida/

https://www.jardineriaon.com/argan-o-argania-spinosa.html

http://www.itu.com.br/artigo/oleo-de-argan-sua-origem-e-propriedades-20120311








© Copyright