Programa Olfativo

Protocolo de Restauração e refinamento

Dentre os 5 sentidos mais conhecidos, o olfato é o primeiro desenvolvido no recém nascido, vinculado com a expressão de vida: a primeira inspiração, poeticamente associada com o ‘Sopro de Deus’. A olfação, esse maravilhoso instrumento de interação, atua como portal de acesso às nossas memórias e ao mesmo tempo como asas que embalam nossos sonhos.


Como qualquer outro sentido ou expressão da vida, o olfato varia entre as pessoas e no decorrer de nossas vidas, podendo também ser trabalhado na direção de aprimoramento e refinamento.


Eventualmente temos comprometimento do olfato, por diversos motivos, incluindo lesões por desaceleração súbita, trauma facial, envelhecimento, doenças neurodegenerativas, doenças autoimunes (como a síndrome de Sjögren), medicamentos e até tumores. 

 

Apresentação

 

Esse trabalho, construído a partir de pesquisas já desenvolvidas em diversos países, a maioria deles com base nas pesquisas realizadas pelo Prof Dr Thomas Hummel, se propõe a abordar de forma ordenada e sistematizada, a acuidade da percepção olfativas. São quatro odorantes escolhidos a partir do "prisma do cheiro" por Henning, que define as seis qualidades mais significativas de odores do reino olfativo, com base nas quais a maioria dos outros odores podem ser construídos.

Publicado inicialmente pelo Dr. Hummel em 2009, no qual 30% de seus pacientes que seguiram o protocolo perceberam melhora no olfato em relação aos grupos de controle
Outros estudos registraram melhora olfativa em 68% dos pacientes que perderam o olfato por infecções e 33% em pacientes que perderam por traumas na cabeça.
Representa um instrumento auxiliar ao tratamento das disfunções olfativas decorrentes de processos inflamatórios, inclusive a Covid-19.

O Treinamento Olfativo é um método simples para refinar e auxiliar no restabelecimento da capacidade olfativa. São utilizados óleos essenciais que evocam 4 experiências aromáticas  distintas, a saber: floral, frutado, picante e herbal. A inalação sistemática desses óleos por um período específico pode ser usado em diferentes situações, inclusive por pessoas que tiveram comprometimento ou perda da capacidade de registrar os aromas .

A princípio não há riscos relacionados a esse método, ele simplesmente funcionará ou não, por isso ele é um método tão popular para os pacientes testarem.


Evidentemente temos sempre a sensibilidade individual, principalmente quando há o envolvimento de sensações e emoções.

 

 

 

O Protocolo


O Programa Olfativo Magna Mater é constituído de:
- quatro frascos de 10 ml com as preparações dos óleos essenciais  de limão, rosa, cravo e eucalipto
- quatro frascos boca larga com 1 disco de papel de alta absorção
- conjunto de 16 discos do papel de alta absorção (refil)
- manual orientativo
- diário olfativo

ORIENTAÇÕES

Em geral não avaliamos a qualidade de nossas percepções e sim o resultado delas.
O comprometimento do olfato pode representar um significativo impacto emocional.
Para iniciar o caminho uma percepção crítica de qual é a nossa relação olfativa, sugerimos um primeiro momento, em que você registre cheiros que foram significativos na sua vida. Podem ser cheiros agradáveis ou não, relacionados com momentos favoráveis ou não e até mesmo experiências corriqueiras, como o cheiro do café que acabou de ser coado ou a grama recém cortada.
Esse momento de recapitular sua história pode favorecer os resultados desse programa, uma vez que acessa uma relação afetiva com o processo.

O PROGRAMA


PROCEDIMENTOS

Separe cada um dos óleos essenciais e seu respectivo frasco de vidro contendo o disco de papel.
Pingue 1 ou 2 gotas dos óleos essenciais sobre o disco de papel em cada um dos frascos destinados ao treinamento e feche bem. 

Sente-se em um lugar tranquilo, com o mínimo de interferências possível.

Pegue o primeiro frasco, à sua escolha, destampe, coloque perto do nariz e faça pequenas inspirações por um período de 10 a 15 segundos, repetindo a ação com os demais frascos com um intervalo de 30 segundos entre um e outro.
As inalações devem ser curtas o suficiente para que levem o ar aromático para o local onde o olfato ocorre: na mucosa olfatória, que forra a parte superior das fossas nasais. Não é adequado forçar a inalação. Simplesmente respirar naturalmente inalando e sentindo o cheiro. Isto promove uma maior saturação de moléculas odoríferas na região. 
Faça então este procedimento duas vezes por dia, pela manhã e à noite.

 


ANOTAÇÕES

Utilize o Diário Olfativo como ferramenta para o registro das percepções de como está o olfato no momento e avaliar o progresso.

No protocolo seguem 4 fichas para você começar o seu diário (modelo também disponível para download no site). 

O empenho para descrever uma experiência sensorial, é por si só, um exercício de potencialização da percepção. Isto ocorre com texturas, cores, sabores, sons e também com aromas. Quanto mais você se envolver na percepção, maiores serão os benefícios. 


No canto superior coloque o óleo correspondente, a tabela possui 4 campos para você preencher, a data (o dia que você está realizando), a consciência do cheiro (neste momento não se preocupe em saber qual cheiro é, mas se você está sentindo algo), a identificação do cheiro (aqui perceba se você reconhece o cheiro do óleo indicado) e as observações (fique livre para anotar o que surgir: memórias, sensações, sonhos. É um caminho que utiliza a intensidade quanto ao tom hedônico (capacidade de sentir prazer). 

Existem algumas formas de registrar suas sensações:

 

Sugerimos que as anotações sejam feitas com lápis colorido ou grafite, para que fique mais fácil visualizar a intensidade e as oscilações, você deverá colorir de acordo com a intensidade em que se presenciam, colocando maior ou menor pressão no lápis. Caso você não tenha consciência nem identifique o cheiro deixe em branco, se você perceber um pouco colora fraco, se for percebendo mais vá colorindo mais forte. 


Óleo Cravo

 

 

 

Uma outra opção é dar notas de 1 a 10, dimensionando a intensidade de sua percepção 

E, claro, você pode criar o seu próprio método de anotação!
 


PERÍODO


Repetir o procedimento diariamente por um período de doze semanas. Assim como a fisioterapia, é preciso constância e consistência nos exercícios por no mínimo 4 meses / período de 12 a 16 semanas.


Após o término do ciclo inicial de 12 semanas, o programa pode ser repetido para continuar um aprimoramento do sentido do olfato. Seguem sugestões de outras combinações de óleos, sempre respeitando as famílias olfativas:

 

. PICANTE: Canela, Cardamomo, Alcaçuz
. FLORAL: Gerânio, Ylang Ylang, Jasmim, Gardênia
. CÍTRICA:  Bergamota, Litsea cubeba, Tangerina, Capim limão, Grapefruit
. HERBAL: Lavanda, Sálvia, chá verde, manjericão, tomilho, alecrim

 

 


DICAS


. Para usufruir melhor dos aromas é indicado uma limpeza prévia das narinas, que pode ser feita com soro fisiológico, com uso da lota, spray ou equivalente.


. Manter os frascos perto da sua cama, e quando acordar pela manhã, antes de se levantar da cama, dedique alguns minutos ao treino olfativo.Durante o processo, pense sobre o que você está tentando fazer, visualize o cheiro, coloque uma imagem nele. Tente encontrar algum traço de cheiro. Para algumas pessoas esse sinal será fraco, para algumas não haverá nenhum sinal, mas isso não é motivo para deixar o treinamento, pois a persistência no exercício faz parte do protocolo. 

 

. Manter os frascos de óleos essenciais dentro da geladeira para mantê-los frescos. 

Cronograma diario.png
© Copyright