Perdão - uma questão de escolha

Assim como a calma, o perdão é uma escolha. Não de algo pronto, como quando se escolhe um prato na ceia de Natal, mas algo que se nos apresenta permanentemente como convite e que se cultiva nas relações, seja com nossos amigos, nossos inimigos ou conosco mesmos. A palavra Perdão vem do Latim perdonare, de per-, “total, completo”, mais donare, “dar, entregar, doar”


São citados como sinônimos do perdão: absolver, desculpar, esquecer. Como já foi dito, de forma divertida, “perdoar não é esquecer.. isto se chama amnésia”. Desculpar ou absolver, pressupõe um juízo, onde um lado identifica um outro, culpado.

São posturas louváveis e, mais que isso, são passos onde a escolha já se faz presente.


A primeira escolha, é a de buscar clareza, o que muitas vezes precisa de uma boa dose de coragem e de humildade, para identificarmos nossos pontos de sensibilidade, a partir do que nos injuriou. Daí, reconhecermos o sentimento que foi desencadeado em nós, assim como a necessidade que não foi atendida e então nos posicionarmos.

No esquecimento, há a escolha de não realimentar (re.sentir) em mim a lembrança do que me machucou. É um passo necessário para que a ferida cicatrize.


Quando desculpo, reconheço em mim, um âmbito de compreensão para o qual o outro ainda não despertou. Esse passo traz em si uma grande responsabilidade e nos dá a oportunidade de reconhecer que todos nós temos aspectos ainda adormecidos.

Por diversas tradições, em diferentes momentos pessoais ou históricos, a experiência do perdão representa uma das principais expressões de liberdade


A mais sagrada comemoração da tradição judaica é o Yom Kipur, é Dia do Perdão judaico onde, a partir do arrependimento, sua alma pode ser purificada.⁣ Assim, não podemos esquecer que o perdão começa em nós.

Quando o Cristo evoca, em momentos de profundo sofrimento: “Deus, perdoai-os, eles não sabem o que fazem”, nos revela em resplandescente grandeza, que ele não levou para si as ofensas que sofreu.

No Budismo é dito que ‘Compaixão é perdoar sem que a pessoa saiba disso’ Assim, não devemos esquecer que a responsabilidade do perdão não é do outro. Ele começa em nós, doando de forma plena e nos integrando a nós mesmos e aos outros. Compreendemos então que onde a Compaixão, o Amor e Perdão se encontram, aí nasce a liberdade.



https://www.artofliving.org/br-pt/yoga/patanjali-yogasutras/nota-de-conhecimento-45 https://segredosdomundo.r7.com/yom-kipur/ https://www.youtube.com/watch?v=DgAsthY2KNA Introdução à Comunicação Não-Violenta - Workshop por Marshall Rosenberg


{ Dúvidas sobre nossos produtos ou sobre seus pedidos? Adicione a gente no Whatsapp (31) 997 950 441 }

Homeopatia Magna Mater
Produtos Naturais Ltda.

 

CNPJ 65.186.793/0001-20

Farmacêutica Responsável: 
Vitória Schembri CRF 067723-FHB

Autorização MS: 0.17804.01

Alvará Vigilância Sanitária: 019483

  • Black Facebook Icon

Rua Montes Claros, 509 
Belo Horizonte, MG
CEP 30310 370

(31) 3287 9218 WhatsApp (31) 99795 0441

atendimento@magnamater.com.br