top of page

Melaleuca


Melaleuca alternifolia

Tea Tree, também conhecida como Melaleuca, é a dita Árvore-do-chá Australiana. Pertencente à família das Myrtaceae, tem o tronco com uma casca esbranquiçada, como uma folha de papel. e sua inflorescência apresenta pequenas campânulas brancas de sofisticada beleza. Seu uso na medicina é amplamente reconhecido e documentado. O uso externo do óleo de Tea Tree remonta a antiguidade da Australasia, presente em uma infinidade de preparos ancestrais da medicina aborígene. No século 18, durante as explorações da marinha britânica da região, Captain Cook foi apresentado à erva. Diz-se que as tripulações da frota consumiam esporadicamente uma infusão das folhas da planta para prevenir escorbuto e infecções. 

De suas folhas, pontiagudas como às do Cipreste se extrai o óleo, rico em terpenos como o cineol e o terpineno, sendo um poderoso antisséptico, cicatrizante, anti-infeccioso e fungicida. Em 1923, estudos conduzidos pelo químico Australiano Arthur Penfold revelaram que a ação antiseptica da Melaleuca era cerca de 12 vezes mais forte do que a do Ácido Fênico amplamente utilizado até então. Como resultado desses estudos, o uso do óleo essencial de Tea Tree se disseminou na Austrália ainda na década de 1920, e era item obrigatório em todas as maletas de primeiros-socorros dos soldados australianos.

Para o tratamento da acne, o óleo de Tea Tree apresenta respostas tão consistentes quanto tratamentos conduzidos com ácido salicílico e outros químicos amplamente prescritos. Um artigo recente publicado no International Journal of Antimicrobial Agents revisou uma série de estudos sobre a eficácia do Tea Tree publicados entre 2005 e 2014. A análise comprovou que produtos com o Tea Tree como ativo redusiram lesões de acne em diversos estágios entre 23 a 62%..

Fonte

Hammer, K.A. Treatment of acne with tea tree oil (melaleuca) products: a review of efficacy, tolerability and potential modes of action. International Journal of Antimicrobial Agents. February 2015, Volume 45, 2ª edição, Pgs 106–110.




Produtos Magna Mater com Violeta


Comentários


bottom of page