EMULSÕES - O PULO DO GATO




Emulsões são sistemas onde um líquido é disperso na forma de pequenos glóbulos em outro líquido, sendo estes dois não miscíveis. Geralmente temos emulsões A/O (água em óleo) ou O/A (óleo em água). A maneira convencional de se preparar emulsões cosméticas é através de um processo que combina o agente emulsionante, calor com agitação.

É muito importante estar atento ao ponto de fusão indicado nos laudos ou literaturas técnicas das matérias primas que estamos usando. Temperaturas mais baixas que as indicadas não promoverão a emulsificação, resultando em uma mistura com grumos. Temperaturas mais altas também não são indicadas e podem resultar em emulsões ralas que não atingem a viscosidade desejada.


Uma boa dica é deixar a fase aquosa ligeiramente mais quente do que a fase oleosa e verter a fase aquosa sobre a oleosa e não o contrário. Isso deve ser feito sob intensa agitação que deve ser mantida até que se consiga uma emulsão lisa, brilhante e cremosa.

Quando estiver quase frio passe a espátula no fundo da panela deixando uma pequena camada da emulsão, ela deve estar completamente lisa, caso apareça algum grumo ou fique com aparência de “areia” reaqueça a panela até a temperatura indicada como ponto de fusão das ceras. Geralmente as emulsões apresentam um brilho quando emulsionadas, por isso, mesmo que pareça lisa, se estiver opaca, o ideal é reaquecer.



© Copyright